Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

20 de julho de 2017

Sopapo Poético - edição de julho/17




NO DIA DA MULHER AFRO-LATINO-AMERICANA E CARIBENHA, O SOPAPO POÉTICO DESTACA A OBRA E O TALENTO DE PÂMELA AMARO

O SOPAPO POÉTICO - Ponto Negro da Poesia, neste mês, destaca a obra e o talento de PÂMELA AMARO, atriz, cantora, musicista e compositora. O evento acontece no próximo dia 25 de julho, terça-feira, no Centro de Referência do Negro Nilo Feijó, Av. Ipiranga, 311, com entrada franca, e também marca a celebração do Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha.

O sarau SOPAPO POÉTICO é promovido pela ANdC (Associação Negra de Cultura) desde 2012. A exemplo de outros saraus afro-brasileiros, o encontro evoca o protagonismo negro, em uma roda de atuações, reflexões e de convivências afrocentradas. Sempre na última terça-feira do mês, reúne artistas, pensadores e simpatizantes da cultura negra de resistência.

PÂMELA AMARO 
Atriz, cantora, compositora, música e arte-educadora de intensa produção artística em Porto Alegre. Nascida no bairro Medianeira, desde a infância foi influenciada pela família com avós, pais e tios tocadores, cantores, compositores a escolher pelo caminho do teatro e da música. Formou-se em Licenciatura em Teatro na UFRGS e trabalhou em diversos espetáculos entre eles a "Opereta Pé de Pilão", da Cia Turma do Pé Quente; "Lupi, O Musical", espetáculo de celebração do centenário de Lupicínio Rodrigues; "Ori Orestéia" do grupo teatral Caixa Preta, dirigido por Jessé Oliveira; Recital "Batuque tuque-tuque" com Vera Lopes, Sirmar Antunes; "Ayê" dirigido por Thiago Pirajira e Julia Rodrigues. É percussionista no grupo teatral Usina do Trabalho do Ator e integra os grupos musicais Três Marias e Choro das Gurias. Em 2016, recebeu da crítica local o destaque de estar entre a nova geração das promissoras vozes do estado como cantora e compositora no gênero samba. Em seu repertório autoral, canta a ancestralidade afro-brasileira, o universo feminino, o amor, o cotidiano e as lutas. Ativista através da arte negra, é uma das idealizadoras e organizadoras do Sarau Sopapo Poético.
Mais sobre Pâmela:

SOPAPINHO 
Com a proposta de desenvolver o interesse pela cultura e pela poesia nos pequenos, o Sopapinho é um momento de fortalecimento da identidade étnica e da autoestima das crianças negras. As atividades do Sopapinho, paralelas ao sarau, envolvem brincadeiras, artes visuais, canto, contação de histórias e a participação na roda de poesia.

FEIRA AFRO
A Feira Afro acompanha e apoia o Sopapo Poético desde suas primeiras edições, fortalecendo o espírito comunitário do sarau. A diversidade de produtos e estilos é sua característica, reunindo afro-empreendedores e artesãos, com produção voltada para a identidade étnica. Artesanato, alimentação, literatura, estética cultural, vestuário, cosméticos naturais, música - e muito mais - são opções da feira para o eclético público sopapeiro.

CINE KAFUNÉ
Antecedendo o sarau, o Cine Kafuné projeta no telão vídeos clipes e documentários com foco na cultura negra.

SOPAPO POÉTICO - Ponto Negro da Poesia
Edição de julho de 2017
Convidada: Pâmela Amaro
Quando: terça-feira, 25 de julho, às 19h30min
Onde: Centro de Referência do Negro Nilo Feijó
Av. Ipiranga, 311, Menino Deus - Porto Alegre/RS

ENTRADA FRANCA

Contatos:
sopapo.poetico@gmail.com
(51) 99365-3315 - 99117-4559 - 99317-6497 - 99218-5449

Realização:
ANdC - Associação Negra de Cultura

Apoios:
Centro de Referência do Negro Nilo Feijó
Cine Kafuné
Negrestyle - design gráfico
Sílvia Abreu - Consultoria Integrada de Marketing
SINDIPETRO - Sindicato dos Petroleiros
Boteko do CANINHA (Areal da Baronesa)
Prefeitura Municipal de Porto Alegre - Secretaria de Desenvolvimento Social

crédito da foto:  Ana Marchiori e Ana Vianna