Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

30 de junho de 2016

Inscrições para o Festival de Música da Juventude começam sexta


A partir das 9h desta sexta-feira, 1º, estarão abertas as inscrições para o 6º Festival de Música da Juventude de Porto Alegre. Para a edição deste ano, os jovens compositores deverão tratar sobre o tema “Amizade” nas suas canções.

Com o objetivo de incentivar a boa música, aprimorar e desenvolver a cultura musical, revelar talentos, valorizar os artistas, os compositores, arranjadores e intérpretes jovens de Porto Alegre, o festival é uma ação da Prefeitura de Porto Alegre, através da Secretaria Municipal da Juventude, em parceria com a Secretaria Municipal da Cultura e o POAdigital.
Somente poderão participar composições cujo no mínimo um dos autores ou autor da letra e/ou da música sejam, obrigatoriamente, naturais ou domiciliados em Porto Alegre, com idade ente 15 e 29 anos, não sendo exigido o mesmo dos intérpretes e instrumentistas.

As inscrições para o 6º Festival de Música da Juventude de Porto Alegre poderão ser efetuadas de 1º de julho a 6 de agosto de 2016, devendo ser efetuadas através do site do Festival. Também serão aceitas inscrições pelos correios, enviadas diretamente para o endereço acima, desde que a data da postagem não ultrapasse o prazo de 5 de agosto de 2016, último dia útil antes da data prevista para o encerramento das inscrições.
O festival, que já é uma atração para a juventude de Porto Alegre, será realizado no dia 14 de Agosto, no Bar Opinião, localizado na rua José do Patrocínio, 834, bairro Cidade Baixa, com entrada franca.
O Regulamento e a Ficha de Inscrição se encontram no site do festival: www.portoalegre.rs.gov.br/festivaldemusica.
Mais informações poderão ser obtidas pelo fone (51) 3289 2304 ou pelo e-mail  festivaldemusica@smj.prefpoa.com.br.


/juventude
Texto de: Rafael Acosta Martins, estagiário/ Supervisão: João Carlos Machado Filho
Edição de: Manuel Petrik
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

29 de junho de 2016

"Não se pode demonizar a Lei Rouanet", diz Marcelo Calero

Operação Boca-Livre

Ministro da cultura falou à Rádio Gaúcha na manhã desta quarta-feira


A Operação Boca-Livre, que encontrou uma série de inadequações na aplicação da Lei Rouanet de incentivo à cultura, inclusive o financiamento de um casamento, segue repercutindo. Em entrevista aos jornalistas Luciano Potter e Kelly Mattos, da Rádio Gaúcha, realizada na manhã desta quarta-feira, o ministro da cultura do governo interino de Michel Temer, Marcelo Calero, insistiu em um ponto: "não se pode demonizar a Rouanet".
– Há muito pouca informação e muita má informação sobre a Lei de Incentivo à Cultura – afirmou, criticando a divulgação de boatos e, de acordo com ele, informações falsas que ocorreria nas redes sociais: – Casos que vão para a imprensa são isolados dentro de uma realidade mais ampla – completou.
De acordo com o ministro, a ideia é reformar a lei tornando-a ¿mais transparente e mais democrática¿, que são "duas demandas fortes da sociedade". Calero insiste que a legislação foi criada para funcionar em três tripés; o incentivo fiscal (mecenato), os Fundos de Investimento Cultural e Artístico (FICART) e o Fundo Nacional de Cultura (FNC), mecanismo que, juntos, "corrigem suas próprias distorções".
– Dos três mecanismos que formariam a Lei Rouanet, só um foi implantado: o mecenato.
O ministro também falou em estratégias de governança como forma de avaliar melhor os processos de contabilidade e conteúdo dos projetos.
–Como o próprio nome diz, sabemos de cultura. É inviável ao MinC fiscalizar sozinho – contou.
Calero destaca que "mudanças bruscas" na lei ocorrerão longo do ano.
– Vamos tratar o assunto de maneira desapaixonada, a partir da operação (Boca-Livre), conseguimos ver pontos de fragilidade que merecem ser melhorados – afirmou.
– A cultura é base para termos mais saúde e segurança. Um povo com cultura é um povo ciente de seus direitos e que, assim, pode demanda-los – defendeu o ministro.

27 de junho de 2016

Abertas as inscrições para o Prêmio Açorianos de Literatura


Foto: Divulgação/PMPA
Premiação ocorre na Noite do Livro, com data prevista para 28 de novembro
Premiação ocorre na Noite do Livro, com data prevista para 28 de novembro
As inscrições para o Prêmio Açorianos de Literatura 2016 começam nesta segunda-feira, 27. Escritores, artistas gráficos e editores podem concorrer com obras em primeira edição desde janeiro de 2015, assinadas por autores nascidos ou residentes em Porto Alegre, ou publicadas por editoras sediadas na capital gaúcha, desde que não tenham concorrido em edições anteriores do concurso. As inscrições podem ser feitas até 29 de julho de forma presencial ou pelos correios, de segundas a sextas-feiras (exceto feriados), das 9h às 12h e das 14h às 18h, no Centro Municipal de Cultura, Arte e Lazer Lupicínio Rodrigues, na Coordenação do Livro e Literatura (sala 3, av. Erico Verissimo, 307).

No Prêmio Açorianos de Literatura Adulta e Infantil, serão avaliados nas categorias literárias Conto, Crônica, Ensaio de Literatura e Humanidades, Infantil, Infanto-juvenil, Poema, Narrativa Longa (ficção, romance ou novela) e Especial, bem como nas não-literárias Capa e Projeto Gráfico (design). Já o Prêmio Açorianos de Criação Literária, que contempla a narrativa longa, tem como foco o público juvenil.

Os vencedores ganharam um troféu criado por Xico Stockinger e um prêmio no valor de R$ 10 mil. A participação é gratuita. O regulamento e ficha de inscrição podem ser acessados aqui (site da Prefeitura de Porto Alegre / Secretaria Municipal de Cultura, link Editais). A divulgação dos finalistas será durante a 62ª Feira do Livro da Capital e a premiação será durante a Noite do Livro, com data prevista para o dia 28 de novembro.

A 23ª edição do Prêmio Açorianos de Literatura e a 6ª edição do Prêmio Açorianos de Criação Literária tem realização da Coordenação do Livro e Literatura da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre.

Outras Informações:
Centro Municipal de Cultura, Arte e Lazer Lupicínio Rodrigues - av. Erico Verissimo, 307, bairro Menino Deus - CEP 90160-181. Porto Alegre/RS
Fones (51) 3289-8071 e 3289-8074.
E-mail: cll@smc.prefpoa.com.br
Site: www.portoalegre.rs.gov.br/smc



/acorianos_literatura
Texto de: Josiele Rangel de Campos (estagiária) / Supervisão: Cleber Saydelles
Edição de: Jandira Davila Feijó
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

25 de junho de 2016

SOPAPO POÉTICO - EDIÇÃO DE JUNHO/2016



SOPAPO POÉTICO RECEBE A BAILARINA E COREÓGRAFA IARA DEODORO


Dando continuidade à programação mensal de 2016, o SOPAPO POÉTICO, na edição de junho, tem a honra de receber no centro do grande círculo da poesia negra a coordenadora do Instituto Sócio-Cultural Afro-Sul Odomodê, bailarina e coreógrafa, Iara Deodoro.


A atividade acontece no próximo dia 28, última terça do mês, com entrada franca, no Centro de Referência do Negro Nilo Feijó.

O sarau SOPAPO POÉTICO é promovido pela ANdC (Associação Negra de Cultura) desde 2012. A exemplo de outros saraus afro-brasileiros, o encontro celebra o protagonismo negro, em uma roda de atuações, reflexões e de convivências afrocentradas.



IARA DEODORO

Maria Iara Santos Deodoro, nascida em 25/09/1955, é assistente social e pós-graduada em educação popular. Bailarina e coreógrafa há mais de 40 anos, é fundadora do grupo de dança Afro-Sul, que este ano completa 42 anos de existência. Em sua trajetória, coreografou e dirigiu 25 espetáculos do grupo de dança. Apaixonada por carnaval, foi porta-bandeira e temista por muitos anos na Escola de Samba Garotos da Orgia. Durante 28 anos consecutivos, participou com a ala Afro-Sul em diversas escolas de samba no Carnaval de Porto Alegre. Iara é coordenadora do Instituto Sócio-Cultural Afro-Sul Odomode, entidade porto-alegrense voltada para cultura negra, com atenção especial para crianças, adolescentes e suas famílias.



SOPAPINHO
Com a proposta de desenvolver o interesse pela cultura e pela poesia nos pequenos, o Sopapinho é um momento de fortalecimento da identidade étnica e da autoestima das crianças negras. As atividades do Sopapinho, paralelas ao sarau, envolvem brincadeiras, artes visuais, canto, contação de histórias e a participação na roda de poesia.



FEIRA AFRO

A diversidade de produtos e estilos é característica da Feira Afro, formada por expositores que acompanham e apoiam o sarau. Artesanato, alimentação, literatura, estética cultural, vestuário, cosméticos naturais, música - e muito mais - são opções da feira para o eclético público sopapeiro.



CINE KAFUNÉ

Antecedendo o sarau, o Cine Kafuné projeta no telão vídeos clipes e documentários afrocentrados.



SOPAPO POÉTICO - Ponto Negro da Poesia

Edição de junho de 2016

Convidada: Iara Deodoro

Quando: terça-feira, 28 de junho, às 19h30min

Onde: Centro de Referência do Negro Nilo Feijó

Av. Ipiranga, 311, Menino Deus - Porto Alegre/RS


ENTRADA FRANCA

Contatos:
sopapo.poetico@gmail.com
9365-3315 - 9117-4559 - 9317-6497 - 9218-5449

Realização:
ANdC - Associação Negra de Cultura

Apoios:
Centro de Referência do Negro Nilo Feijó

Cine Kafuné

SINDIPRETO - Sindicato dos Petroleiros

Boteko do CANINHA (Areal da Baronesa)



24 de junho de 2016

3º Fórum Nacional e 23º Fórum Estadual da Cultura ocorrerão no próximo mês de Julho



13439001_1180628335322091_966862746355794170_n
  
Evento acontece nos dias 6 e 7 de Julho, no Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre

O fortalecimento da gestão pública municipal de cultura será um dos temas abordados no 3º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Cultura e 23º Fórum dos Dirigentes Municipais de Cultura do Rio Grande do Sul, que acontecem nos dias 6 e 7 de julho, no Hotel Plaza São Rafael, emPorto Alegre. O convite oficial foi entregue ao secretário de Estado da Cultura em exercício, André Kryszczun, durante encontro nesta quinta-feira (23) com o assessor da Área Técnica da FAMURS, José Martins, e a vice-presidente do Conselho dos Dirigentes Municipais de Cultura (CODIC), Fernanda Fraga. A abertura oficial ocorrerá às 10h, do dia 6 de julho, com o painel “Rumos da Política Cultural”.
O 3º Fórum Nacional e o 23º Fórum Estadual são uma realização da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul – FAMURS, juntamente com o CODIC e visa discutir temas de interesse da área através da reflexão, análise e levantamento de informações e da troca de experiências, com o objetivo de fortalecer a gestão pública municipal de cultura, que promover a cultura local, e valorizar a diversidade, garantindo os direitos culturais dos cidadãos.
O evento contará com a presença de prefeitos municipais, secretários de Educação e Cultura, dirigentes municipais de Cultura do Rio Grande do Sul e de vários estados da federação, além da presença de diretores, coordenadores e assessores que representam a área da cultura, lideranças e diretores de Instituições Culturais dos Municípios, com influência na definição e execução da política cultural, conselheiros Estaduais e Municipais de Cultura.

23 de junho de 2016

Biblioteca realiza Feira de Trocas de Livros neste sábado


Foto: Joel Vargas/PMPA
Encontro é promovido mensalmente para renovar acervos
Encontro é promovido mensalmente para renovar acervos
A Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães (av. Erico Veríssimo, 307) promove no dia 25, às 15h,  mais uma edição da Feira de Troca de Livros . O evento é aberto ao público, basta trazer os seus livros e trocar pelos que acharem interessantes. O objetivo é renovar os acervos das bibliotecas e permitir que as pessoas substituam seus acervos particulares a fim das obras circularem.

Esse evento está previsto na Lei Municipal 9.716, de 2004, que instituí a feira de Troca de Livros de Porto Alegre, com a finalidade de valorizar o livro enquanto produto de transferência cultural, visando dinamizar a multiplicidade do seu uso por meio do escambo. Em outras palavras procura divulgar, incentivar e valorizar o livro e a leitura, através de trocas de obras literárias. A feira é para ser realizada anualmente, mas devido a demanda, a Biblioteca Josué Guimarães está promovendo uma edição por mês.




/cultura /livros
Texto de: Josiele Rangel de Campos (estagiária) / Supervisão: Cleber Saydelles
Edição de: Gilmar Martins
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

Curso aborda a importância da musicalidade na Primeira Infância


Curso é oferecido em parceria com a Uergs
A Secretaria Municipal de Educação (Smed) sedia, nesta quinta-feira, 23, os primeiros encontros do curso Educação Musical na Primeira Infância. Divididas em duas turmas, as formações ocorrem pela manhã, das 9h às 12h, e à tarde, das 14h às 17h. Destinadas aos visitadores do programa Primeira Infância Melhor Porto Infância Alegre (PIM PIA), as capacitações tratam da importância da musicalidade na gestação e na primeira infância – de zero a três anos e 11 meses. O curso, com carga de 30 horas, é realizado em parceria com a Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) e terá reuniões mensais até dezembro.
Segundo Maria da Graça Gomes Paiva, secretária municipal de Educação adjunta e coordenadora do PIM PIA, o programa possui visitadores oriundos de 12 áreas do conhecimento, advindos de 14 universidades parceiras. “Desde março deste ano, estamos reformulando o trabalho do PIM PIA e já investimos 172 horas nas formações de verão”, destacou. De acordo com Maria da Graça, um dos princípios que fundamentam o curso é a teoria das inteligências, criada pelo psicólogo cognitivo e educacional, Howard Gardner. “Para Gardner, a música é a primeira inteligência e a mais primitiva. Então, quanto mais investirmos nela, principalmente no início da vida, maiores são as possibilidades de usar as canções como forma de alento, acariciamento e relaxamento”, completou.
Conforme a professora de música e integrante da Assessoria de Temas Transversais da Smed, Cristina Rolim Wolffenbüttel, as primeiras capacitações abordam cantigas de ninar. “Nosso objetivo é trabalhar os aspectos da educação musical com vistas à inserção dos visitadores nas famílias”, enfatizou. Cristina ressalta, ainda, a importância da afetividade presente no ato de ninar uma criança. “Orientamos os visitadores a entrarem nas casas e utilizarem essas práticas de extremo amor”, disse. De acordo com a professora, que também é pesquisadora e já realizou publicações sobre o tema, durante as formações será indicada bibliografia específica  para qualificar o aprendizado. “No final do ano, os universitários participantes do PIM PIA relatarão as vivências experimentadas com as famílias, a fim de compartilharem os conhecimentos adquiridos”, concluiu.



/ensino /musica
Texto de: Mailsom Portalete (estagiário)/Supervisão: Andrea Pinto
Edição de: Andrea Brasil
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

Homologados Edital Trabalho continuado em Artes Cênicas/16




http://www.portoalegre.rs.gov.br/dopa                                      Página 22 /28
Órgão de divulgação do Município - Ano XXI - Edição 5282 - Quinta-feira, 23 de junho de 2016


SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA

PROGRAMA MUNICIPAL DE FOMENTO AO TRABALHO CONTINUADO EM ARTES CÊNICAS PARA A CIDADE DE PORTO ALEGRE

CONCURSO 006/2016 - PROCESSO 001.001702.16.5
A Secretaria Municipal da Cultura torna públicas as inscrições homologadas e não homologadas do Programa Municipal de Fomento ao Trabalho continuado em Artes Cênicas para a cidade de Porto Alegre.

HOMOLOGADOS
Associação Cultural Grupo Neelic
Raquel E Grabauska Produções
Arlindo Eduardo Kraemer Junior - MEI

NÃO HOMOLOGADOS
Decio Antunes Ribeiro ME (Cena Das Artes, nome fant
asia.)
Associação Cultural Povo da Rua
Associação Varanda Cultural
Danuta Silva Zaghetto

Porto Alegre, 23 de junho de 2016.
ROQUE JACOBY,
Secretário Municipal da Cultura

VIOLAS AO SUL

Via  Blog do Léo Ribeiro 
 


25/6 – Lançamento do Projeto Violas ao Sul, espetáculo com Valdir Verona, Mário Tressoldi, Angelo Primon e Oly Jr. Show-espetáculo com quatro músicos sulinos que tem a viola de 10 cordas permeando seus trabalhos ao longo dos anos, e que juntos formam a linha evolutiva do instrumento, com canções autorais e clássicos do cancioneiro gaúcho e brasileiro, e da música contemporânea.

VALDIR VERONA | natural de Caxias do Sul, RS, é músico com mais de 25 anos de carreira profissional, tendo trabalhado ao longo desse tempo com apresentações musicais em diversos formatos: Solo, duos, trios, grupos, músico acompanhante, aulas de música, produções e direções musicais. Um dos maiores e mais atuantes representantes da viola no sul.
MÁRIO TRESSOLDI | arranjador, compositor, produtor musical, pesquisador da cultura do litoral norte do RS, integrante do grupo Chão de Areia, Bacharel em Música (Cordas) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, professor de violão, técnica vocal, teoria e harmonia funcional. É atualmente um dos compositores e músicos mais premiados nos festivais do Brasil.
ANGELO PRIMON | músico, compositor, produtor, destacado como um dos mais importantes instrumentistas de sua geração, com mais duas décadas, atuou ao lado de inúmeros artistas do Brasil e do Uruguai, tendo recebido o Prêmio Açorianos de Melhor Instrumentista em 2006 e 2008, pesquisa já há alguns anos as sonoridades orientais e populares, de instrumentos como a viola de dez cordas, viola de cocho, o oud árabe e o sitar indiano.
OLY JR. | cantautor, atuante na cena musical desde 1998, tem 11 discos lançados, quatro Prêmios Açorianos de Música (2010 e 2012), participou de festivais nacionais e internacionais de blues, em coletâneas musicais do gênero, funde milonga com blues, explorador da técnica do slide, reconhecido como um dos mais atuantes e originais da cena blues do Brasil.

22 de junho de 2016

Ministro da Cultura anuncia ampla reforma na Lei Rouanet


O secretário em exercício de Estado da Cultura, André Kryszczun, integrou o grupo de gestores que se reuniram nesta terça-feira (21), em Brasília, com o ministro Marcelo Calero. Entre os temas em pauta, a reformulação da Lei Rouanet, principal mecanismo federal de fomento à cultura, a produção de indicadores culturais e novos projetos a serem desenvolvidos pela pasta.
Durante o encontro, Calero ressaltou a importância de reverter a imagem negativa que parte da sociedade tem atualmente em relação à cultura. "As pessoas comuns ficaram com uma ideia muito ruim da cultura. Que é coisa de vagabundo, de gente que não tem o que fazer, que não traz benefícios ao País", lamentou. "Precisamos urgentemente modificar essa percepção".
O ministro adiantou aos secretários que irá lançar "um pacote robusto e consistente" de projetos a serem oferecidos a estados e municípios. Entre eles estão três iniciativas desenvolvidas por Marcelo Calero durante sua gestão na Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro: Ações Locais, Biblioteca do Amanhã e Territórios de Cultura.
Lei Rouanet
A Lei Rouanet foi outro tema abordado na reunião. Vários secretários comentaram que artistas de seus estados têm muitas dificuldades para captar recursos provenientes de renúncia fiscal.
Em resposta, Marcelo Calero informou que o MinC realizará uma ampla reforma na Lei Rouanet. "O problema da Rouanet é que apenas o mecenato funciona. As outras ferramentas previstas na lei – Fundo Nacional da Cultura (FNC) e Fundos de Investimento Cultural e Artístico (Ficart) – não são operacionais, o que acaba contribuindo para que haja distorções (na distribuição regional dos recursos)", afirmou. "Uma entre as várias ações previstas nessa reformulação é exatamente a revisão desses fundos", destacou.
Calero também incentivou os secretários presentes a apresentarem ao MinC projetos de seus estados com potencial para serem desenvolvidos em âmbito nacional. "Quero que a nossa relação seja como um fórum de boas práticas. Programas e ações que queremos implantar só serão efetivados com eficiência se vocês estiverem conosco", ressaltou. O ministro também solicitou apoio no planejamento de políticas públicas de cultura para as regiões de periferia, sobretudo das regiões metropolitanas, o que é uma das prioridades da atual gestão.
Ao final da reunião, os secretários presentes pediram apoio do ministro a três temas: criação de um fundo para financiar a compra de instrumentos musicais por bandas municipais e orquestras; o incentivo ao uso, por estados e municípios, da plataforma Mapas Culturais, software livre para mapeamento colaborativo e gestão cultural; e estímulo a atividades culturais na região de fronteira. "Os secretários estão com esse movimento, construindo um espaço de diálogo com o novo ministro", destacou Kryszczun.
Além do Rio Grande do Sul, participaram do encontro os secretários de Cultura do Espírito Santo, João Gualberto Vasconcelos; do Mato Grosso, Leandro Carvalho; do Paraná, João Luiz Fiani; de São Paulo, José Roberto Sadek; a secretaria adjunta de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação do Mato Grosso do Sul, Andréa Freire; a secretária adjunta de Cultura de Mato Grosso, Regiane Berchieli; o secretário designado de Articulação Institucional do MinC, Bruno Santos de Oliveira; o superintendente de Esporte, Cultura e Lazer de Rondônia, Ilmar Souza; e o superintendente-executivo de Cultura da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás, Nasr Nagib Fayad Chaul.

Com informações da Assessoria de Comunicação do MinC

21 de junho de 2016

Porto Alegre recebe Encontro de Forró


Porto Alegre recebe o 4º Encontro de Forró. Mostra de dança, oficinas, Copa Brasileira de Forró e Festa de São João estão entre as atividades do encontro que ocorre desta sexta-feira, 24, até domingo, 26. A programação se divide entre a Usina do Gasômetro e o Centro Cultural CEEE Erico Verissimo. No dia sábado, 25, o haverá aula gratuita de forró na Usina do Gasômetro, aberta ao público das 12h45 às 14h.
O festival é o maior evento dedicado ao ensino do forró no Brasil e faz na capital gaúcha sua quarta edição. O Centro Histórico de Porto Alegre irá sediar a programação que tem oficinas de forró, para iniciantes, intermediários e profissionais, Mostra de Dança, Copa de Forró, além de uma festa de São João. As aulas e oficinas serão ministradas no Mezanino da Usina do Gasômetro (uma delas é gratuita, confira na programação abaixo) e a Mostra de Dança e a Copa Forró ocuparão o palco do Auditório Barbosa Lessa do Centro Cultural CEEE Érico Verissimo.

A Festa de São João Arraial Oxentchê irá celebrar as tradições nordestinas com a cultura gaúcha – em parceria com o bloco Galo de Porto. Haverá decoração, comidas e bebidas típicas, além de show com Ó do Forró (São Paulo) e banda Maria Bonita (Porto Alegre), no Grêmio Náutico Gaúcho (Av. Praia de Belas, 1948).
Serão mais de 23 horas de aulas com profissionais referência no ensino de forró de diversos estados do Brasil, como São Paulo, Minas Gerais, Distrito Federal, Espírito Santo e Rio de Janeiro, sob a direção artística de Fábio Reis, referência nacional no estilo musical que acaba de retornar de uma turnê de três meses nos grandes festivais europeus de forró, trazendo na bagagem referências dos maiores festivais do gênero. Além dos tradicionais Forró Pé de Serra e Eletrônico, serão ministradas aulas de estilos diversos como Pé Descalço, Estilo Itaúnas e danças populares nordestinas. O Encontro de Forró é realizado pelo Gafieira Club e foi indicado por dois anos seguidos (2014 e 2015) ao Prêmio Açorianos de Dança. O objetivo é difundir a cultura nordestina e fomentar a democratização do acesso ao conhecimento das formas de se dançar forró. “Muito mais que passinhos, este é um evento de cunho cultural – em que cada estilo será estudado, contextualizado e experimentado”, garante Fábio Magalhães, sócio do Gafieira Club.
Programação completa
2ª Mostra Brasileira de Forró e Etapa Porto Alegre da Copa Brasil de Forró
A mostra reunirá trabalhos de amadores e profissionais relacionados ao forró, de onze grupos selecionados de todo o Brasil. As coreografias serão apresentadas ao público, com o objetivo de estimular as formas inovadoras de pesquisa na dança forró e cultura nordestina; divulgar e incentivar a dança forró como forma de expressão; valorizar e incentivar o intercâmbio entre todos os envolvidos e promover o forró.
Já a Copa Forró é uma competição que envolve categorias profissionais, semi-profissionais e amadores. Em Porto Alegre será realizada uma etapa classificatória para a competição nacional que tem distribuição de R$ 13 mil em prêmios e consagra o Campeão Brasileiro de Forró do ano. Informações completas estão disponíveis em http://copaforro.com.br/site/campeonato/
Data: Sexta-feira, 24
Horário: 20h
Local: Auditório Barbosa Lessa do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223, 4° Andar)
Investimento: R$ 10 antecipado ou R$ 15 no local.
Ponto de venda: Gafieira Club (R. professor Freitas e Castro, 327 / 3º andar – Azenha) 
Oficinas de Dança
Mais de 23 horas de aulas dos mais diferentes estilos de se dançar forró em todo o território nacional, como Pé de Serra, Eletrônico, Pé Descalço, Itaunas e danças populares nordestinas. As oficinas contarão com apresentação história e técnica de cada estilo, seguido de um momento de experimentação, evoluindo desde o nível iniciante, ministradas por professores de vários estados do Brasil. Podem participar dançarinos iniciantes, intermediários e profissionais.
Data das oficinas: Sexta, 24, sábado, 25, e domingo, 26
Local: Mezanino da Usina do Gasômetro (Av. Presidente João Goulart, 551)
Profissionais: Antônio Meira (SP/MG), César Neves & Milena Renan (MG); Claudemir & Wédina (DF), Daiara Paraiso (ES) & Zeca Bento Gonçalves (RJ), Fábio Reis & Marília Cervi (SP), Jota Jr (Dança dos Famosos-SP) & Fabi Chagas (SP), Ivan Ribeiro & Aline Ribeiro (SP).
Investimento: Pacote Day Pass (Sábado ou Domingo) por R$ 250,00; Pacote Completo Não Profissional (Sábado e Domingo) por R$ 330,00; Curso Profissional (Sexta) por R$ 250,00; Pacote Profissional + Completo (Sexta, Sábado e Domingo) por R$ 400,00.

Aula Gratuita

Haverá uma aula gratuita e aberta ao público, no sábado, 25, das 12h45 às 14h.
Confira a programação completa: http://www.encontrodeforro.com.br/
Festa de São João Arraila Oxentchê
Data: Sábado, 25/6
Horário: 22h
Local: Grêmio Náutico Gaúcho (Av. Praia de Belas, 1948)
Atrações: Ó do Forró (SP) e Banda Maria Bonita (Porto Alegre)
Ingressos: Inteira R$70,00, Meia-Entrada* R$35,00
Sócios do Gafieira Club** R$36,00
Sócios do Grêmio Náutico Gaúcho R$36,00
Lote 1 – Promocional *** R$38,00
Lote 2 – Promocional *** R$43,00
Lote 3 – Promocional *** R$48,00
Promocional – Dia 25/6 *** R$55,00
* Estudantes e Idosos com Desconto de 50%. Ingressos limitados a 40% do total. Os documentos aceitos como válidos estão determinados no artigo 4º da Lei Estadual 14.612/14.
** Série limitada em apenas 42 ingressos. Válido para sócios do Gafieira Club com planos válidos até o final de junho de 2016.
*** Valor reduzido, com a doação de um 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa. Os alimentos deverão ser entregues no Grêmio Náutico Gaúcho, no momento da entrada ao evento. Os lotes promocionais são limitados por quantidade em cada ponto de venda.
Pontos de venda dos ingressos em Porto Alegre:
Lojas Manoa
– Bourbon Shopping Country: Av. Túlio de Rose, 80 – Passo Da Areia
– Rua da Praia Shopping: Rua dos Andradas, 1001 – Centro Histórico
– Shopping João Pessoa: Av. João Pessoa, 1831 – Farroupilha
Grêmio Náutico Gaúcho
Endereço: Av. Praia de Belas, 1948
Fone: (51) 3230-3000
*Apenas ingressos para sócios do GNG, estudantes e Idosos
Boteco Tchê
Endereço: R. José do Patrocínio, 885
Fone: (51) 3228-5262
Ciranda dos Ritmos
Endereço: Av. Cristóvão Colombo, 378
Fone: (51) 3013-8944
Duo Dança
Endereço: R. General Bento Martins, 302
Fone: (51) 3226-5963
Gafieira Club – Azenha
Endereço: R. Prof. Freitas e Castro, 327, 3º andar
Fone: (51) 3516-8757
Gafieira Club – Petrópolis
Endereço: Av. Protásio Alves 4428
Fone: (51) 3028.3020

Oito Tempo – Menino Deus
Endereço: R. Marcílio Dias, 1269
Fone: (51) 3028-8508


/cultura /danca
Texto de: Luciano Medina Martins
Edição de: Isabel Cristina Kolling Lermen
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

SEDAC realiza oficina de capacitação para edital FAC Livro, Leitura e Literatura





A Secretaria de Estado da Cultura (Sedac) realiza no dia 29 de junho oficina de capacitação para o edital FAC Livro, Leitura e Literatura. O encontro ocorre a partir das 14h, no Instituto Estadual do Livro – IEL (Rua André Puente, 318/ Independência – Porto Alegre) e tem como objetivo orientar a comunidade cultural a elaborar projetos.
As regras do edital foram definidas de forma dialogada entre a Sedac, por meio do IEL e o Colegiado Setorial do Livro, Leitura e Literatura. O investimento será de R$ 250 mil, divididos em 14 projetos:
- Oito projetos, no valor de R$ 15 mil cada, para práticas de mediação da leitura;
- Quatro projetos, no valor de R$ 25 mil cada, para eventos na área do livro, leitura e literatura;
- Dois projetos R$ 15 mil para eventos na área do livro, leitura e literatura.
Todas as informações estarão disponíveis na página do Sistema Pró-Cultura RS: www.procultura.rs.gov.br.

20 de junho de 2016

Acampamento Farroupilha-Poa 2016-cronograma


O evento está programado para iniciar dia 7 de setembro
A Coordenação de Tradição e Folclore da Secretaria da Cultura de Porto Alegre divulgou nesta segunda-feira, 20, o cronograma do Acampamento Farroupilha 2016. O evento está programado para iniciar dia 7 de setembro com encerramento no dia 20 de setembro. Conforme o coordenador de Tradição e Folclore, Giovani Tubino, as entidades estão convocadas para o dia 4 de julho, para reunião geral, onde será divulgado o regulamento, as regras dos bombeiros e demais esclarecimentos.

Cronograma
04 de julho - 20h - Reunião-geral com acampados para divulgação do Regulamento 2016, regras dos bombeiros e ainda esclarecimentos gerais. Comparecimento obrigatório dos patrões das entidades.
Local: Centro de Eventos Casa do Gaúcho no Parque da Harmonia.

Inscrições
De 11 a 15 de julho - Período de inscrições do Acampamento 2016
Local: Usina do Gasômetro das 9h às 12h e das 13h30 às 17h.

Requisitos para inscrição
1- Alvará do ano anterior, assinado e sem penalidades;
2- Projeto Cultural a ser desenvolvido no evento, com data e horário, impresso e em mídia;
3- Ata atual da Patronagem;
4- Comprovação de filiação a uma associação (1ª RT, Acamparh, Aspergs, MTG), ou então comprovação de CNPJ da entidade;
5- Comprovação de dois integrantes, pelo menos um com curso de prevenção de incêndio com certificado válido.
6- Comprovação de depósito do valor correspondente ao pagamento da conta de energia elétrica.

Para as entidades novas que pretendem espaços no Acampamento Farroupilha 2016, além destes requisitos deve acrescentar a Ata de Fundação da Entidade.

Obs.: Hoje não existem vagas para novas entidades, pois, a Comissão deverá determinar a quantidade de vagas a partir do término do período de inscrições.

Montagem e Desmontagem do Acampamento
Período oficial do evento:  de 7até 20 de setembro.
Período de Montagem: de 20 de agosto até 2 de setembro
Vistoria dos Bombeiros: De 2 até 6 de setembro
Período de desmontagem: de 21 até 30 de novembro




/acampamento_farroupilha
Texto de: Cleber Saydelles
Edição de: Manuel Petrik
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

Hoje aula gratuita de tango na Casa do Estudante de UFRGS 17.30 horas.

 


 
Oi, amigos do tango:
Hoje, segunda-feira 20 de Junho as 17.30 horas reiniciamos depois de muitos anos as aulas e prática de tango na Casa do Estudante de UFRGS.
E para celebrar vamos fazer durante a aula uma confraternização como costumamos fazer numa data especial. Cada um traz comes e bebes, se quiser, para compartilhar entre os amigos do tango e passamos uma tarde muito especial  Vamos até 20 horas. ok? Espero a todos. abraço tanguero!



Daniel Osvaldo Carlos
Prof. argentino de tango 
WhatsApp  (51) 9911-1822             tango.poa@gmail.com
Grupo 8 Adelante:  http://8adelante.webnode.com//
Aulas particulares- Shows - Eventos

17 de junho de 2016

Obra financiada pelo Fumproarte é finalista do Livro do Ano

Foto: Divulgação/PMPA
Nega Lu, uma dama de barba mal feita reconstitui a trajetória de Luiz Bastos Nega Lu, uma dama de barba mal feita reconstitui a trajetória de Luiz Bastos
Nega Lu, Uma Dama de Barba Malfeita, livro de Paulo César Teixeira com financiamento do Fumproarte está entre os finalistas para o Prêmio Ages - Livro do ano na categoria não-ficção. A obra foi lançada na 61º Feira do Livro de Porto Alegre, ano passado. Os vencedores do prêmio da Associação Gaúcha de Escritores serão divulgados no dia 5 de agosto, sábado, em cerimônia no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo.
 
O autor, Paulo César Teixeira, explica que em Nega Lu, a exemplo de suas obras anteriores, busca reconstituir ambientes urbanos. Mesmo estando entre os indicados, ele não se considera um escritor. "Eu não me considero um escritor, eu me considero um jornalista que escreve livros. Eles são as minhas grandes reportagens". disse. Para o autor é uma grande honra a indicação. "Ser indicado é uma grande honra, porque é um reconhecimento enorme ver o livro sobre essa grande personagem diante da associação e de outros escritores", enfatizou Teixeira. 
 
Nega Lu, Uma Dama de Barba Malfeita reconstitui a trajetória de Luiz Airton Farias Bastos (1950/2005), homossexual negro que ganhou notoriedade na cena cultural e boêmia da capital gaúcha entre os anos 1970 e 1990 como personagem irreverente e inovadora, capaz de antecipar algumas das conquistas sociais e comportamentais que só viriam a se consolidar na segunda década do século 21. O livro tem produção fotográfica de Tânia Meinerz e design gráfico de Clô Barcellos.
 
 


/cultura /fumproarte /literatura
Texto de: Thiago Silva (estagiário) / Supervisão: Cleber Saydelles
Edição de: Gilmar Martins
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

15 de junho de 2016

Diretor da Orcav do RS/MTG conduzirá tocha olímpica em Porto Alegre


 
O Secretário Estadual de Turismo do Rio Grande do Sul, Juvir Costella, visitou a sede do MTG – Movimento Tradicionalista Gaúcho, na tarde de terça-feira, 14 de junho. O receptivo foi feito pelo Presidente da instituição, Nairo Callegaro, e pelo Diretor da Orcav – Ordem dos Cavaleiros do Rio Grande do Sul, Airto Timm.

Airto Timm está confirmado pelo Comitê Olímpico como condutor da tocha no dia 7 de julho, em Porto Alegre. Segundo o Secretário Costella, agora avançam as tratativas para que mais cavaleiros possam participar.

A movimentação para que a tocha olímpica fosse conduzida por cavalarianos no Rio Grande do Sul iniciou há aproximadamente 60 dias. Segundo o Diretor da Orcav, o simbolismo do fogo presente na tocha olímpica também está presente na Chama Crioula, que foi acesa pela primeira vez no Rio Grande do Sul em 1947 e que, tradicionalmente a cada ano, é distribuída em cavalgadas para as 30 regiões tradicionalistas do estado.

Para o Presidente do MTG, trata-se de uma excelente oportunidade de visibilidade global para a cultura gaúcha.

No Rio Grande do Sul, a tocha estará de 3 a 9 de julho, e passará por 28 cidades: Erechim, Passo Fundo, São Miguel das Missões, Santo Ângelo, Ijuí, Cruz Alta, Encantado, Lajeado, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, São Sepé, Caçapava do Sul, Canguçu, Rio Grande, Pelotas, São Lourenço do Sul, Camaquã, Guaíba, Porto Alegre, Canoas, Esteio, Novo Hamburgo, Gramado, Canela, Nova Petrópolis, Caxias do Sul, Bento Gonçalves e Torres.

Sandra Veroneze
Assessoria de Imprensa do MTG

14 de junho de 2016

ASSESSORIA DE IMPRENSA PARA ARTISTAS - ATELIER LIVRE


16 DE JUNHO
Assessoria de Imprensa para Artistas

A importância da assessoria de imprensa e as estratégias de comunicação específicas para a divulgação de exposições e artistas. Etapas da divulgação, técnicas e ferramentas para a construção do relacionamento com a mídia visando conquistar espaço editorial espontâneo e , desta forma, proporcionar visibilidade ao trabalho artística. Com Simone Lersch.

Horário: 17h30
Local: Auditório do Atelier Livre
Endereço: Av. Érico Veríssimo, 307
Entrada Gratuita

13 de junho de 2016

Todas as artes lembram 100 anos de morte de Simões Lopes Neto

Foto: Divulgação/PMPA
Programação em homenagem ao escritor pelotense começa nesta terça
Programação em homenagem ao escritor pelotense começa nesta terça
Nesta terça-feira, 14, completam-se 100 anos da morte do pelotense João Simões Lopes Neto, escritor que resgatou lendas locais e de outras partes do Brasil e lhes deu novo formato se valendo de linguagem pampeana original pela narrativa do seu personagem Blau Nunes. Para celebrar o Ano Oficial do Centenário da Morte de João Simões Lopes Neto, criado pelo decreto número 19.400 e assinado pelo prefeito José Fortunati, a Secretaria Municipal da Cultura prepara programação que começa nesta terça, às 19h, na Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães (av. Erico Veríssimo, 307), com evento que contrapõe Simões a Erico Verissimo. Entre as ações previstas está a remontagem, pela Cia Municipal de Dança, do ballet A Salamanca do Jarau e que foi criado em 1945 por Tony Petzhold com música de Luiz Cosme.

A programação prevê, entre outras atividades, uma mostra de filmes em longa e curta metragem baseados na obra de Simões  na Cinemateca Capitólio durante a Semana Farroupilha, contação de histórias para crianças no jardim do Museu Joaquim José Felizardo, sarau lítero-musical a cargo das coordenações do Livro e Literatura e de Música, mostra de reproduções de gravuras de Nelson Boeira Faedrich feitas para o livro Negrinho do Pastoreio, leituras dramáticas, montagem Historietas, edição especial da Escola de Espectadores sobre a dramaturgia a partir da obra simoniana. Na última semana de novembro, será realizado um conjunto de atividades envolvendo todas as áreas da SMC para dar fechamento à homenagem.  Será parceiro nestes eventos o Instituto João Simões Lopes Neto, de Pelotas, que abriga os originais do autor e mantém viva sua memória através de diversas atividades.

A iniciativa de homenagear o escritor pelotense, reconhecido como um dos grandes autores brasileiros e que trouxe para a literatura a característica linguagem regionalista do pampa, é da Secretaria Municipal da Cultura. Para o secretário da Cultura, Roque Jacoby, a homenagem ao centenário de Simões “preenche uma lacuna na história do Rio Grande do Sul no sentido da valorização deste grande escritor, que garante ao Estado uma das principais posições de destaque no cenário literário brasileiro.” Jacoby acrescenta que o Simões é considerado o melhor contista brasileiro. “Porto Alegre quer, agora, homenagear este cidadão que, além de valorizar a cultura rio-grandense, com suas tradições e seu jeito de ser, tanto orgulha o nosso Estado”, destaca o secretário.

O debate sobre os clássicos de Simões Lopes Neto e Erico Veríssimo, na noite desta terça-feira, 14,  na Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães conta com participação da dra. em Teoria Literária e professora do Instituto de Letras da UFRGS Márcia Ivana de Lima, da escritora e dra. em Literatura da América Latina Lélia Almeida, e da pós-graduanda do Curso de Letras da UFRGS Paula Marcolin.

Simões, criador do personagem Blau Nunes, o vaqueano narrador de seus contos, nasceu em Pelotas em 9 de março de 1865 e morreu no dia 14 de junho de 1916. Seus trabalhos estão reunidos em quatro livros: Cancioneiro Guasca (1910), Contos Gauchescos (1912), Lendas do Sul (1913), que inclui as conhecidas Negrinho do Pastoreio e A Salamanca do Jarau, e Casos do Romualdo (1914). Começou a publicar seus textos na imprensa local e hoje parte de seu acervo está no Instituto que leva seu nome, instalado em uma das casas em que ele morou.


/cultura /literatura
Texto de: Maristela Bairros
Edição de: Gilmar Martins
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

12 de junho de 2016

Debate faz homenagem a Simões Lopes Neto

Foto: Divulgação/PMPA
Homenagem a Simões Lopes Neto ocorre no dia em que completa 100 de sua morte

Homenagem a Simões Lopes Neto ocorre no dia em que completa 100 de sua morte
A Coordenação do Livro e Literatura da Secretaria da Cultura de Porto Alegre promove um debate sobre os clássicos de Simões Lopes Neto e Erico Veríssimo nesta terça-feira, 14, às 19h, na Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães (av. Erico Veríssimo, 307). O evento é aberto ao público. O intuito é comparar as obras desses autores e homenagear Simões Lopes Neto, pois neste dia completa 100 de sua morte.

Participarão do debate a dra. em Teoria Literária e professora do Instituto de Letras da Ufrgs, Márcia Ivana de Lima, a escritora e dra. em Literatura da América Latina, Lélia Almeida, e a pós-graduanda do Curso de Letras da Ufrgs, Paula Marcolin.

João Simões Lopes Neto
- Nasceu em Pelotas no ano de 1865 e faleceu em 1916. Aos 13 anos, foi para o Rio de Janeiro, onde estudaria no Colégio Abílio e depois faria Medicina, porém ficou doente e voltou para o Rio Grande do Sul e trabalhou como professor, tabelião, funcionário público, comerciante e industrial. Em Pelotas, incentivou a vida cultural e atuou na imprensa. É uma das principais figuras do regionalismo rio-grandense, pois valorizou a história do gaúcho e suas tradições. Uma de suas obras mais famosa é Contos Gauchescos.

Erico Veríssimo - Nasceu em Cruz Alta, no ano de 1905, e faleceu em 1975. Em 1930, foi morar em Porto Alegre e, depois de trabalhar como desenhista e de publicar alguns contos na imprensa local, empregou-se na Editora Globo como secretário do departamento Editorial. A obra deste autor é dividida em três partes: Romance Urbano, com os livros Clarissa e Caminhos cruzados, Romance histórico, com a trilogia O Tempo e o Vento e o Romance, com O Senhor Embaixador.



/literatura
Texto de: Josiele Rangel de Campos (estagiária)/Supervisão: Cleber Saydelles
Edição de: Andrea Brasil
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

11 de junho de 2016

2ª Feira Literária da 1ª RT-RS

Hoje, 11/06/16, aconteceu na sede da 1ª RT, sito rua Landel de moura, 430, Bairro tristeza a 2ª Feira Literária, promoção do Departamento Cultural da 1ª RT, cujo Patrono foi Paulo Roberto de Fraga Cirne, o programa constou :

09:30 -credenciamento
10:30 - Abertura oficial
11:00 Painel com o Patrono(Fraga Cirne sobre o Antonio Chimango e seu legado literário
12:30 - Almoço
14:30 -Painel com Elma Santana - meu nome é Anita
16:15 - Painel com Neuza Secchi sobre Ritos e Superstições.
Além das palestras contou ainda com a presença de editoras, que venderam livros a preços acessíveis e contou também com a presença  da Erva Barão, esquentando o peito e os corações dos presentes com a boa erva para um chimarrão.
A 1ª RT conta com uma biblioteca cujo nome é  José Edson Gobbi Otto, que ainda está em formação e conclamamos aos tradicionalistas a fazerem doações de livros para  o enriquecimento do acervo.

Editoras vendendo os livros
Editoras vendendo os livros
A biblioteca José Edson Gobbi Otto
A biblioteca José Edson Gobbi Otto
A biblioteca José Edson Gobbi Otto
A biblioteca José Edson Gobbi Otto
A biblioteca José Edson Gobbi Otto
A biblioteca José Edson Gobbi Otto
A biblioteca José Edson Gobbi Otto
A biblioteca José Edson Gobbi Otto
A biblioteca José Edson Gobbi Otto
A foto mais realista da nossa Anita Garibaldi
A foto mais realista de Garibaldi