Postagem em destaque

Justiça cassa mandato do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre

A decisão do juiz José Antonio Coitinho, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, em Mandado de Segurança impetrado p...

31 de julho de 2015

Assembléia de Desenvolvimento Econômico, Tributação, Turismo e Trabalho


Foto: Ivo Gonçalves/PMPA
Tema foi Desenvolvimento Econômico, Tributação, Turismo e Trabalho Tema foi Desenvolvimento Econômico, Tributação, Turismo e Trabalho
Foto: Ivo Gonçalves/PMPA
Prefeito, secretários e comunidade analisam plano de investimentos
Prefeito, secretários e comunidade analisam plano de investimentos
Ocorreu nessa quinta-feira,30, a plenária da temática Desenvolvimento Econômico, Tributação, Turismo e Trabalho do Orçamento Participativo (OP) 2015/2016. O encontro encerrou a primeira semana da rodada de Assembleias Regionais e Temáticas do OP. A próxima plenária temática, Cultura e Juventude, acontecerá na segunda-feira, 3, no Centro de Eventos Casa do Gaúcho, às 19h.

Mais de 550 pessoas participaram da assembleia que elegeu como prioridade a geração de emprego e renda, apoio a iniciativas populares e cursos seguido por qualificação de trabalho e renda; turismo; apoio a empreendimentos; abastecimento e área rural.

O prefeito José Fortunati citou ações do município, através da secretaria do Trabalho e Emprego (SMTE), para facilitar a inserção do trabalhador no mercado de trabalho e ofertar cursos de qualificação profissional. Na ocasião, a secretaria da SMTE, Luiza Neves, informou que funcionários da secretaria estarão trabalhando diretamente com os Centro Administrativos Regionais (CARS) para ajudar nos encaminhamentos.

"Mesmo afetados pela crise, estamos fazendo o debate de propostas para que a gente possa construir alternativas para a geração de emprego e renda, estimular o turismo e continuar apostando no desenvolvimento sustentável da nossa cidade", ponderou o prefeito.

O Plano de Investimentos e Serviços (PI) deste ano registrou para a temática Desenvolvimento Econômico recursos de R$ 804.860,00. No total o PI 2015 contempla mais de R$ 80 milhões em demandas novas, sendo R$ 67 milhões das regionais e R$ 12,5 milhões das temáticas.

Na ocasião, os presentes elegeram a chapa 1 para o conselho do OP, com três titulares e um suplente. Integram a chapa Kelly Ramos da Silva, Eurides T. P. Costa, Reinaldo Luiz dos Santos e Tania Mara da Silva Garcia. A chapa 2 conquistou o segundo suplente.

Maior participação – Em 2014, quando o OP completou 25 anos de implantação, as Assembleias Regionais e Temáticas registraram recorde histórico de participação. As seis reuniões temáticas e as 17 regionais contabilizaram 17.582 credenciamentos. Nas 17 regiões, a prioridade que mais apareceu na primeira colocação foi habitação. Mas a novidade foi em relação à cultura. Nove das 17 regiões pontuaram cultura entre as quatro prioridades.

Acompanhe o Orçamento Participativo

- Calendário completo da rodada de assembleias regionais e temáticas do Orçamento Participativo 2015/2016.

- Twitter OP Porto Alegre: @oppoa (ao vivo)

- Facebook: Orçamento Participativo de Porto Alegre 




/desenvolvimento /orcamento_participativo /trabalho /tributos /turismo
Texto de: Bibiana Barros
Edição de: Jandira Davila Feijó
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

30 de julho de 2015

Editais Funarte para circo, teatro e dança


Com um total de investimento de R$ 15 milhões, a Fundação Nacional de Artes (Funarte) lançou nesta terça-feira (28/7), os prêmios Carequinha (circo), Myriam Muniz (teatro) e Klauss Vianna (dança).


O edital do Prêmio Funarte Carequinha 2015 tem recursos de R$ 6 milhões e contemplará 113 propostas, de pessoas físicas ou jurídicas, de acordo com cada uma das cinco categorias estabelecidas no edital – sendo que algumas delas são divididas em módulos financeiros, com diferentes valores de premiação. As categorias são: Circos de lona; Criação ou Circulação de Números; Espetáculos; Processos Formativos; e Formação em Artes do Circo.
No Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna serão contemplados 61 projetos, distribuídos em três categorias, que abrangem a circulação nacional de espetáculos e atividades artísticas de profissionais com trabalho consolidado e de novos talentos. Os recursos totais são de R$ 4,5 milhões.
Já o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz também terá R$ 4,5 milhões em recursos e será conferido a 52 projetos, divididos em duas categorias: Circulação de Espetáculos; e Montagem de Espetáculos ou Manutenção de Atividades continuadas de Coletivos, Grupos e Companhias.
As inscrições para esses processos seletivos somente poderão ser feitas pela internet, por meio da plataforma SalicWeb, até o dia 11 de setembro.
*Com informações do site da Funarte

Tags:, , ,

CCMQ promove oficina gratuita de produtor cultural comunitário


Estão abertas as inscrições para o curso de Produtor Cultural Comunitário, promovido pelo Instituto Trocando Ideia em parceria com a Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ), que funcionará como uma espécie de incubadora de projetos, entre 8 de agosto e dezembro. Os encontros ocorrerão de forma quinzenal, sempre aos  sábados, das 14h às 18h. São apenas 20 (vinte) vagas. As inscrições são feitas pelo e-mail inscrições.trocandoiodeia@gmail.com.
show_img (4)
Com foco em moradores da periferia e comunidades, serão dadas noções e ferramentas para realização de eventos e projetos comunitários. No final da atividade o aluno terá o projeto que elaborar pronto para ser colocado em leis de incentivo ou ser apresentado a entidades e poder publico, assim como realizar parcerias.  O curso vem em um momento importante para a cultura gaúcha, que começa a lançar editais estaduais de apoio à cultura, como o  #juntospelacultura, com investimento de R$ 3 milhões, em 67 projetos. Sob a coordenação geral de Fabiana Menini, tem como palestrantes convidados Patrícia Dorneles, professora Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e coordenadora especializada em Acessibilidade Cultural; Gustavo Turki, do coletivo Catarse de Audiovisual e o produtor cultural Fabio Kossmann.
Conteúdo:
Leis de incentivo federais
O Ministério da Cultura apoia projetos culturais por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei nº 8.313/91), a Lei Rouanet, da Lei do Audiovisual (Lei nº 8.685/93) e também por editais para projetos específicos, lançados periodicamente.
Sistema Pró-cultura
O sistema Pró-cultura é um mecanismo de financiamento estadual de projetos culturais, formado pela Lei de Incentivo à Cultura ? LIC e pelo Fundo de Apoio à Cultura ? FAC. A LIC é um mecanismo de fomento indireto que oferece benefício fiscal para as empresas que patrocinem os projetos culturais aprovados. Já o FAC, é um mecanismo de fomento direto que disponibiliza os recursos financeiros diretamente para os proponentes de projetos selecionados através de editais.
Fumproarte
O Fumproarte caracteriza-se por ser um fundo de natureza contábil especial, que tem por finalidade financiar projetos de bolsas de pesquisa e de produção artística – cultural no município de Porto Alegre.
Serviço:
Período: 8 de agosto a dezembro de 2015. 
Dia: Sábado.
Hora: das 14h às 18h
Local: Casa de Cultura Mario Quintana/CCMQ (Andradas, 736
Inscrições: Pelo e-mail inscricoes.trocandoideia@gmail.com
Valor: Entrada de R$ 300,00 e mensais de R$ 150,00. Consulte condições especiais, da última semana, pelo e-mail inscricoes.trocandoideia@gmail.com





Contato: Com Niruana Satie ? (51) 8414-0713.
Vagas limitadas a 20 participantes.

Guimarães Presidente  Conselho Municipal de Cultura
Em mandato prorrogado
F: 3338.8738 / 9987.5880
Twitter Guimarães:http://twitter.com/notas_guimaraes
https://www.facebook.com/Paulorobertoguimaraes
Blog Conselho POA:http://cmcpoa.blogspot.com
 

Convocação reunião CMCPOA dia 13/08/15

PREZADOS CONSELHEIROS DOS DOIS CONSELHOS
 
CONVOCAMOS A TODOS PARA REUNIÃO IMPORTANTÍSSIMA DO CONSELHO DE CULTURA:
 
QUANDO: DIA 13/08/2015
HORÁRIO: 19 HORAS
LOCAL: ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA - 3º OU 4º ANDAR
 
PAUTA: 
-DISCUSSÃO  MINUTA PROJETO PARA CÂMARA DE VEREADORES.
- Informes gerais sobre processos jurídicos, que estão todos em fase conclusão.
 A responsabilidade de manter o conselho atuante é de todos os conselheiros, o conselho só existe se existir os conselheiros atuantes, presentes e fortalecendo as ações da diretoria, por isso a importância de todos comparecerem mostrando que o conselho esta vivo.
O MOMENTO É DE TODOS AJUDAREM PELA MANUTENÇÃO E SOBREVIVÊNCIA DO CONSELHO, POIS A RESPONSABILIDADE  É COLETIVA.
 
PEDIMOS A TODOS RESPONDEREM AO EMAIL CONFIRMANDO A PRESENÇA, DISPENSANDO ASSIM QUE SEJA NECESSÁRIO TELEFONAR.
 
OBRIGADO DESDE JÁ.
 
GUIMARÃES
PRES. CONSELHO EM MANDATO PRORROGADO. 
 

Ajude a reconstruir o Afro - Sul Odomodê

Via Sul 21

Campanha busca reconstruir centro de cultura afro destruído pelas chuvas em Porto Alegre

Centro de cultura afro fica na Avenida Ipiranga, em Porto Alegre | Foto: Afrosul/ Divulgação

Centro de cultura afro fica na Avenida Ipiranga, em Porto Alegre | Foto: Afrosul/ Divulgação

Da Redação
O centro de preservação de cultura afro-brasileira Afro-sul Odomodê, em Porto Alegre, foi destruído pelas chuvas torrenciais que afetaram o Estado na madrugada de domingo (19). A estrutura cedeu e ficaram estragados o telhado, a estrutura elétrica e o piso de madeira, em função da força da tempestade e do alagamento que aconteceu no local.
Agora, uma campanha de financiamento coletivo foi lançada no site Catarse para buscar reconstruir o espaço, com meta de R$ 12.424. Até o início da tarde desta quarta-feira (29), já haviam sido arrecadados pouco mais de R$ 600.
A entidade lançou um vídeo em que Iara Deodoro, fundadora do Afro-sul, conta o acontecido: “A festa já tinha terminado, todos já tinham saído, então ninguém ficou machucado. A gente agradece que não tenha acontecido nada com ninguém, mas estamos aqui solicitando ajuda de todos nesse momento em que temos que refazer a nossa casa”, aponta.
Quem quiser saber mais informações ou ajudar também pode contatar a entidade pelo e-mail odomode.afrosul@gmail.com e pela página do Facebook.

OP: assembleia temática de Habitação bate recorde de público

Foto: Joel Vargas/PMPA
Encontro na Casa do Gaúcho reuniu cerca de 1,2 mil pessoas
Encontro na Casa do Gaúcho reuniu cerca de 1,2 mil pessoas
Foto: Joel Vargas/PMPA
Comunidade elegeu e debateu com gestores as demandas prioritárias
Comunidade elegeu e debateu com gestores as demandas prioritárias
A terceira assembleia do Orçamento Participativo (OP) 2015/2016 registrou recorde de público. Cerca de 1,2 mil pessoas participaram na noite dessa quarta-feira, 29, da plenária temática Habitação, Organização da Cidade, Desenvolvimento Urbano e Ambiental. O evento ocorreu no Centro de Eventos Casa do Gaúcho. (Fotos)

O prefeito José Fortunati, juntamente com o vice Sebastião Melo, secretários e gestores municipais, ouviu as demandas da comunidade que elegeram Habitação e Meio Ambiente como prioridades, seguidas por Saneamento Ambiental, Saneamento Básico e Urbanismo.

Fortunati destacou a participação expressiva, que teve um aumento de 31% em relação ao ano passado. “É uma demonstração de que as pessoas acreditam no OP. Temos aqui a presença expressiva de representantes das cooperativas habitacionais, do fórum das ocupações e dos movimentos da luta pela moradia. É dessa forma transparente e democrática que enfrentamos os problemas e buscamos soluções melhores para a política habitacional da nossa cidade”, sublinhou o prefeito.  

Conforme ele, o diretor-geral do Departamento Municipal de Habitação (Demhab), Everton Braz, em reunião em Brasília, no Ministério das Cidades, obteve a informação de que a terceira fase do projeto Minha Casa, Minha Vida deverá ser lançada no mês de agosto. “Conquistamos o Minha Casa, Minha vida 1 e 2, mas precisamos continuar a renovar a parceria com o governo federal e seguir avançando na construção de novas unidades habitacionais. Moradia é dignidade, e é fundamental para que as pessoas vivam melhor”.

Fortunati afirmou tambem que a prefeitura estuda alternativas para qualificar o atendimento às comunidades que necessitam de regularização fundiária. “Estamos tentando desburocratizar para avançar. Isso organiza a cidade. É bom para os moradores e para o poder público. Queremos continuar avançando”. 

Investimentos - O Plano de Investimentos e Serviços (PI) deste ano contém mais de R$ 80 milhões em demandas novas, sendo R$ 67 milhões das regionais e R$ 12,5 milhões das temáticas. Para esta temática, o PI deste ano registrou recursos na ordem de R$ 3,3 milhões.

Os recursos orçamentários estão reservados na sua totalidade para atender às cooperativas habitacionais, contemplando projetos, obras de infraestrutura e regularização fundiária. Uma demanda de saneamento básico – drenagem e dragagem também está gravada no PI. Trata-se do projeto de macrodrenagem na rua da Colina.

Conselheiros - Na ocasião, os participantes elegeram, por aclamação, a chapa única para o Conselho da Temática de Habitação, tendo como primeiro titular Emerson Santos,  segundo titular Ozi Escarcel e suplentes Maria Helena Alves e Valdir Diego Brazeiro.  

OP 2015/2016 - Neste ano serão realizadas 23 reuniões, sendo seis temáticas e 17 regionais. Nesta quinta-feira, 30, será realizada a assembleia temática Desenvolvimento Econômico, Tributação, Turismo e Trabalho, no Centro de Eventos Casa do Gaúcho, às 19h.

Acompanhe o Orçamento Participativo

- Calendário completo da rodada de assembleias regionais e temáticas do Orçamento Participativo 2015/2016.

- Twitter OP Porto Alegre: @oppoa (ao vivo)

- Facebook: Orçamento Participativo de Porto Alegre


/habitacao /meio_ambiente /orcamento_participativo /urbanismo
Texto de: Bibiana Barros
Edição de: Jandira Davila Feijó
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

29 de julho de 2015

NESTE SÁBADO TEM SARAU DA ESTÃNCIA



Comunidade elege prioridade de Circulação,Transporte e Mobilidade

Foto: Luciano Lanes / PMPA
Foram 211 inscritos na segunda assembléia temática do OP de 2015 Foram 211 inscritos na segunda assembléia temática do OP de 2015
Foto: Luciano Lanes / PMPA
Fortunati: Apesar da crise, serão investidos mais de R$ 80 milhões
Fortunati: Apesar da crise, serão investidos mais de R$ 80 milhões
Quando o assunto é Circulação, Transporte e Mobilidade Urbana, os debates do Orçamento Participativo costumam ser bem acalorados. Foi o que aconteceu na noite dessa terça-feira, 28, na segunda assembleia temática do OP 2015/2016, realizada no Centro de Eventos Casa do Gaúcho. Ao mesmo tempo que demonstrou expectativa com a licitação para melhorar o serviço do transporte coletivo por ônibus em Porto Alegre, a comunidade elegeu a qualificação de terminais e paradas seguras como prioridade. (Fotos)
 
A noite começou com uma prestação de contas dos investimentos e situação da execução das demandas de anos anteriores, feita pelo secretário adjunto de Governança Local, Carlos Siegle de Souza. Em seguida, foi a vez das manifestações das lideranças comunitárias. Licitação do transporte coletivo, qualificação de terminais, paradas e calçadas, ampliação de linhas de lotação na zona Sul e grandes obras viárias, como o prolongamento da avenida Ipiranga e duplicação da avenida Oscar Pereira, foram os assuntos mais debatidos. O prefeito José Fortunati, o vice Sebastião Melo e secretários e gestores municipais, especialmente o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, o presidente da Carris, Sérgio Zimmermann, e os titulares de Obras e Viação, Mauro Zacher, e Acessibilidade, Raul Cohen, ouviram as reivindicações da comunidade.
 
Licitação - Fortunati ressaltou que a cidade realiza, pela primeira vez na história, a licitação do transporte coletivo por ônibus em Porto Alegre. No edital foram contempladas as reivindicações da comunidade debatidas em 25 reuniões do Orçamento Participativo, como a exigência de ar-condicionado nos veículos e a criação de um conselho dos usuários que irá auxiliar na fiscalização do serviço. "Estamos trabalhando desde 2013 nesse edital. Discutimos tudo com a comunidade, até mesmo os itens mais complexos, para garantir o máximo de transparência à licitação e também que as necessidades dos principais interessados, que são os usuários desse serviço, sejam atendidas", explicou. O chefe do executivo lembrou que está sendo feito um estudo para ampliar o transporte seletivo por lotações na zona sul.
 
No caso da conservação dos passeios de pedestres, o projeto Calçada Segura está sendo retomado pela Smov. O prefeito informou ainda que a Câmara de Vereadores deve aprofundar o debate para aperfeiçoar o Plano Municipal de Mobilidade Urbana. Com o governo estadual, está sendo discutida a integração do transporte coletivo da Capital com o transporte coletivo da região metropolitana. O objetivo é evitar as 30 mil viagens diárias que os ônibus provenientes de outros municípios fazem até o Centro Histórico desnecessariamente, prejudicando o trânsito nessa área.  
 
Investimentos em novas demandas - Mais uma vez, Fortunati destacou que, apesar do ano de crise, o Plano de Investimentos e Serviços (PI) 2015/2016 contém mais de R$ 80 milhões em demandas novas, sendo R$ 67 milhões das regionais e R$ 12,5 milhões das temáticas. "Mesmo não estando imune à crise que afeta o país e o estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre está mantendo sua capacidade de investimentos. Se compararmos com outras cidades, com outros estados, é muito dinheiro. E são recursos que a população que decide como vai investir", concluiu.
 
A demanda escolhida como prioridade foi a qualificação de terminais e paradas seguras. Em segundo lugar ficou a duplicação e alargamento de vias, seguida pelo Programa Mobilidade e Organização do Espaço Urbano - Abertura de Vias e Rótulas. A pavimentação de vias foi a quarta mais votada. Os 221 inscritos, número 12,18% maior que no ano passado, também elegeram por consenso a chapa única para o conselho da temática Circulação, Transporte e Mobilidade Urbana. Pelo próximo ano, assumem Lino Pereira Leite, Raul Sérgio dos Santos, Fabricio Souza e Edson Campos da Silva.
 
OP 2015/2016 - Nesta quarta-feira, 29, acontece a assembleia temática sobre Habitação, Organização da Cidade, Desenvolvimento Urbano e Ambiental. São seis temáticas e 17 regionais, somando 23 reuniões (confira o calendário de assembléias aqui). Além das discussões sobre as novas demandas das regiões e temáticas e a garantia sobre a continuidade de execução das demandas antigas, os fóruns de delegados e o governo debateram e apresentaram propostas de alteração do regimento interno. As discussões foram conduzidas pelas duas secretarias municipais responsáveis pelo Orçamento Participativo: Governança Local (SMGL) e Planejamento Estratégico e Orçamento (Smpeo).
 
Maior participação – Em 2014, quando o OP completou 25 anos de implantação, as Assembleias Regionais e Temáticas registraram recorde histórico de participação. As seis reuniões temáticas e as 17 regionais contabilizaram 17.582 credenciamentos. Nas 17 regiões, a prioridade que mais apareceu na primeira colocação foi habitação. Mas a novidade foi em relação à cultura. Nove das 17 regiões pontuaram cultura entre as quatro prioridades.

Acompanhe o Orçamento Participativo

- Calendário completo da rodada de assembleias regionais e temáticas do Orçamento Participativo 2015/2016.

- Twitter OP Porto Alegre: @oppoa (ao vivo)

- Facebook: Orçamento Participativo de Porto Alegre 


/acessibilidade /mobilidade /obras_e_viacao /orcamento_participativo /transportecoletivo
Texto de: Melina Fernandes
Edição de: Jandira Davila Feijó
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

Prêmio Literário Biblioteca Nacional

Podem participar brasileiros natos ou naturalizadas – autores, tradutores e projetistas gráficos- que possuam obras redigidas em língua portuguesa e publicadas por editoras brasileiras. Serão aceitas inscrições da mesma obra em, no máximo, duas categorias, onde uma obrigatoriamente deve ser de Projeto Gráfico.

Os prêmios contemplarão aquelas, em primeira edição, publicadas e impressas no período de 1º de maio de 2014 a 30 de abril de 2015, que estejam em dia com a Lei do Depósito Legal (Lei 10.994, de 14 de dezembro de 2004) e que possuam número de registro ISBN (International Standard Book Number) válido no Brasil.

As inscrições são gratuitas. O autor ou tradutor da obra selecionada em primeiro lugar de cada categoria será contemplado com o prêmio em espécie no valor bruto de R$ 30 mil – sujeito aos descontos previstos por lei.

Serão analisados critérios como qualidade literária, originalidade e contribuição à cultura nacional.

Clique aqui para acessar os editais.

 

Guimarães Presidente  Conselho Municipal de Cultura
Em mandato prorrogado
F: 3338.8738 / 9987.5880
Twitter Guimarães:http://twitter.com/notas_guimaraes
https://www.facebook.com/Paulorobertoguimaraes
Blog Conselho POA:http://cmcpoa.blogspot.com

*Com informações do site do MinC

Conselho participa do Fórum dos Conselhos da Cidade

Hoje, 29/07/15 participamos representando o CONSELHO MUNICIPAL DE CULTURA DE PORTO ALEGRE da reunião ordinária mensal do FÓRUM MUNICIPAL DOS CONSELHOS DA CIDADE, cuja pauta era o Observatório Social de Porto Alegre onde demos informe da aprovação do Plano Municipal de Cultura  no dia 13/07/15 pela Câmara de Vereadores de Porto Alegre, bem como entregamos ao Coordenador do Fórum cópia  do protocolo da citação ao Prefeito Municipal José Fortunati no dia 01/07/15, entrega essa pela terceira vez, pois já tinham sido citados no dia 16/03 (citados verbalmente, pois se negaram a assinar a cautelar),  citados no dia 20/03 com protocolo do jurídico da SMC e agora finalmente a citação pessoal do Sr. Prefeito.

Resumo daCautelar do mandato de segurança:
FACE AO EXPOSTO, DEFIRO o pedido liminar de tutela antecipada do impetrante, a fim de que as autoridades coatoras cancelem a Reunião Pública para eleição dos membros titulares e suplentes, representantes das entidades de classe no Conselho Municipal de Cultura para o mandato 2015/2017, aprazada para o dia 16/03/2015, às 19horas. Cumpra-se o determinado no artigo 7º da Lei nº 12.016/2009. Diligências legais. 


Guimarães Presidente  Conselho Municipal de Cultura
Em mandato prorrogado
F: 3338.8738 / 9987.5880
Twitter Guimarães:http://twitter.com/notas_guimaraes
https://www.facebook.com/Paulorobertoguimaraes
Blog Conselho POA:http://cmcpoa.blogspot.com

28 de julho de 2015

Inscrições para o Açorianos de Literatura encerram-se sexta-feira

Foto: Divulgação/PMPA
Vencedores de cada categoria recebem um troféu criado por Xico Stockinger
Vencedores de cada categoria recebem um troféu criado por Xico Stockinger
Uma das mais importantes ações culturais do Brasil, o Prêmio Açorianos de Literatura de 2015 iniciou na segunda-feira, 27, o período de inscrições, que se encerram na próxima sexta-feira, 31. Escritores, artistas gráficos e editores podem concorrer com obras em primeira edição desde janeiro de 2014, assinadas por autores nascidos ou residentes em Porto Alegre ou publicadas por editoras sediadas na capital gaúcha, desde que não tenham concorrido em edições anteriores do concurso.
 
Os gêneros abrangidos são conto, crônica, ensaio de literatura e humanidades, especial, infatil, infanto-juvenil, poema, narrativa longa, capa e projeto gráfico. Os vencedores de cada categoria recebem um troféu criado por Xico Stockinger e ainda concorrem ao prêmio de Livro do Ano no valor de R$ 10 mil.
 
No link abaixo, visualize o edital, o regulamento e a ficha de inscriação do Açorianos de Literatura
 
Já o Prêmio Açorianos de Criação Literária 2015 tem como foco a Literatura Juvenil (narrativa longa, destinada ao público adolescente). Outra importante ação cultural, o concurso é voltado para textos inéditos e premia o autor com a publicação da obra pela Editora da Cidade/SMC, além do troféu e de R$ 10 mil. Os resultados serão divulgados em 23 de novembro de 2015 (segunda-feira), durante o evento Noite do Livro e, posteriormente, no Diário Oficial de Porto Alegre.
 
No link abaixo visualize o edital, o regulamento e a ficha de inscriação do Açorianos de Criação Literária
 
O Prêmio Açorianos de Literatura (22ª edição) e o Prêmio Açorianos de Criação Literária (5ª edição) têm realização da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre, por meio de sua Coordenação do Livro e Literatura (CLL). 
 
O quê?
Inscrições par o Prêmio Açorianos de Literatura e Criação Literária 
29 de junho a 31 de julho de 2015
(presencial ou pelo correio)
 
Onde?
Centro Municipal de Cultura, Arte e Lazer Lupicínio Rodrigues
Coordenação do Livro e Literatura / SMC (Sala 3)
Av. Érico Veríssimo, 307 (próximo à Av. Ipiranga)
(51) 3289-8071 e 3289-8072
 
Mais informações
Coordenador: Márcio Pinheiro
Av. Érico Veríssimo 307 - CEP: 90160-181 - Bairro Menino Deus
(51) 3289-8071 | 3289-8072 
cll@smc.prefpoa.gov.br


/cultura /literatura
Texto de: Luciano Medina Martins
Edição de: Manuel Petrik
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

Funarte publica novos editais de artes visuais e música

 

 

Na sexta, foram abertos os editais da área de artes visuais: os prêmios de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça (R$ 700 mil), Marc Ferrez de Fotografia (R$ 700 mil), de Arte Contemporânea (R$ 1,695 milhão) e o Programa Rede Nacional de Artes Visuais – 12ª Edição (R$ 1,7 milhão).

O objetivo é possibilitar a produção artística destinada ao acervo de museus públicos e privados e a realização de oficinas, seminários e residências para as galerias e espaços da Funarte em Brasília (DF), São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG); e de espaços parceiros da Funarte em Belém (PA) e no Recife (PE).

Já nesta segunda foram publicadas as portarias que instituem dois editais na área de música: Prêmio Funarte de Apoio a Orquestras 2015 e Prêmio Funarte de Programação Continuada para a Música Popular 2015. Ao todo, serão selecionados 62 projetos nesses segmentos que englobam música erudita e popular. O investimento total nestas premiações é de R$ 6,705 milhões. As inscrições seguem até 10 de setembro.

O Prêmio Funarte de Apoio a Orquestras proporcionará a seleção de orquestras que se enquadrem na categoria de "projetos sociais" e que se ocupem do ensino e da prática coletiva de instrumentos musicais. O edital irá disponibilizar recursos para a aquisição de instrumentos musicais; de peças de reposição e/ou materiais de consumo para instrumentos musicais; entre outras ações. Serão contempladas no mínimo 18 orquestras, com prêmios no valor máximo de R$ 40 mil – sujeitos à tributação legal. O valor total destinados ao Prêmio Funarte de Apoio a Orquestras é de R$ 780 mil.

Para o Prêmio Funarte de Programação Continuada para a Música Popular 2015 serão selecionados 44 projetos na área de música, distribuídos em dois módulos: Módulo A e Módulo B. Os projetos inscritos devem ter como objetivo o desenvolvimento da programação artística e /ou a melhoria da infraestrutura de palcos musicais que venham apresentando ao público espetáculos de música popular brasileira de forma continuada (módulo A), e a realização de festivais e mostras de música popular, nacionais ou internacionais, no território brasileiro (módulo B).

Cada um dos módulos distribuirá 7 prêmios no valor de R$ 200 mil e 15 prêmios no valor de R$ 100 mil. O total de investimentos no Prêmio Funarte de Programação Continuada para a Música Popular 2015 é de R$ 5,925 milhões.

Ainda nesta semana, a Funarte publicará mais três editais nas áreas de artes cênicas – que engloba circo, dança e teatro. Serão lançados os prêmios Funarte Carequinha de Estímulo ao Circo, Funarte de Dança Klauss Vianna e Funarte de Teatro Myriam Muniz.

*Com informações do site da Funarte

Guimarães Presidente  Conselho Municipal de Cultura
Em mandato prorrogado
F: 3338.8738 / 9987.5880
Twitter Guimarães:http://twitter.com/notas_guimaraes
https://www.facebook.com/Paulorobertoguimaraes
Blog Conselho POA:http://cmcpoa.blogspot.com

Resultado Poemas no ônibus e no trem

http://www.portoalegre.rs.gov.br/dopa

 

Órgão de divulgação do Município -Ano XX-Edição 5057 -Terça-feira, 28 de julho de 2015    Página 22 de 28

 

CONCURSO 06/2015

PROCESSO 001.002336.15.4

POEMAS NO ÔNIBUS E NO TREM – EDIÇÃO 2015

A PREFEITURA DE PORTO ALEGRE, através da Secretaria Municipal da Cultura, torna pública a lista dos autores dos poemas selecionados referente ao Concurso em epígrafe:  

 INSCRIÇÃO NOME TITULO

2 Paulo Roberto Farias Poema Abraço

14 Demétrio de Azeredo Soster mundo-pastel

16Milton Braga da Motta Júnior Ode a Edgar Allan Poe

21 Patrícia da Cunha Langlois Travapampa

22 Sérgio Luís da Silva Vargas  Poeminha Falcatrua

23 Cristiane Dias  Quem nunca?

25 Michele Coronetti Estatística de fim de tarde

31 Paulo Sergio Goulart  Aviso

32  Lucimeri Valente Plaza Goulart Sensações

33 Daniel Marques Moreira  Vapor

49 Pedro Henrique Fogaça Godoi  Os sábios observam a Natureza

53 Elroucian Ucayali Santos da Motta  Descoberta

67  Germana Zanettini  Transporte Público

80  William da Silva Pereira  Incômodos

81  Tanira Bolivar Lebedeff  Sem título

91 Chistiane Cabral da Silveira  Viagem

95  Jonathan Henriques do Amaral  Especial

101 Soeli Tiegs  Constelação

128  Vanessa Fernanda Bento  Encantamento

131 Itamar Rabelo de Souza   Improviso nº 9

139 Eliana Ruiz Jimenez  Maquiagem

143  Gélson Renato Arsand O ônibus nosso de cada dia

152 Daniel da Silveira Pereira  Homenagem ao Rock Gaúcho

154  Felipe Ferreira Allegrini  Ser

159  Fernanda Michele Maciel Sarate (Des)encontro no trem

164  Vilmar Humberto Sarmento Sifuentes Junior Se eu não estiver aí, abre a janela!

166 Henrique Ribeiro da Silva Porque tu é uma sifonia

167 Anne Plein da Silva  A arte de desabafar

180  Cleber Souza Cordeiro  De passagem

181  Geraldo Trombin  Querente

182  Tatiana Alves Soares Caldas   Nunca mais

184  Rogerio Luz   De passagem

187  Cesar Américo Barreira Cardoso  Palavras Urbanas

213  Sandra Meyer Silvestre  Vice - verso

221 Vlademir Roman  Uns verão

225 Alan Diogo Gomes de Melo  Arco íris

227  Antônio Sérgio de Sena Vaz  Aos guarda-chuvas e funerárias

232  Tiago Silveira Ceccon  Crônica

238  Adam Poncio Gonçalves  Resumo

241  Breno Camargo Serafini   Divórcio

264  Francisco José Martins  Vagalume

283  Jucélia Maria Bastos Armos  Passagens

285  Solange Firmino de Souza  Inverno

297  Vera Wolk   O Jardim das Estações

298  Estêvão de Mello Vieira  Sempre em Frente

303  João de Deus Vieira Alves  Língua a milanesa

305  Alcir Alexandre Cavion   Big bang

320  Carlos Frederico Schroer  SEM TÍTULO

334  Anelise Zeidler  SEM TÍTULO

355   Jailton Silva Matos   Incompatibilidade

 

 

INFORMAÇÕES: Na Coordenação do Livro e Literatura: fone: (51) 3289 8071 e 3289 8072, do e-mail: cll@smc.prefpoa.com.br ou pelo site www.portoalegre.rs.gov.br/smc.

 

Porto Alegre, 28 de julho de 2015.

ROQUE JACOBY,

Secretário Municipal da Cultura.

 

 

Guimarães Presidente  Conselho Municipal de Cultura
Em mandato prorrogado
F: 3338.8738 / 9987.5880
Twitter Guimarães:http://twitter.com/notas_guimaraes
https://www.facebook.com/Paulorobertoguimaraes
Blog Conselho POA:http://cmcpoa.blogspot.com

"Sarau Viva La Vida" da Biblioteca Comunitária do Cristal

Bom dia a todos!
A Biblioteca Comunitária do Cristal aniversariou em maio e queremos comemorar este momento muito especial com todos vocês.
O "Sarau Viva La Vida - Toda a beleza da literatura e da música latino-americana" celebrará os 10 anos da Biblioteca Comunitária com muita música, literatura e gastronomia e cultura latino-americana.
E nossa festa só ficará completa com a sua presença.
Corazón caliente e boa literatura numa noite muito especial.
Vem com a gente?

Pres. conselho em mandato prorrogado

Exposição Poesia de fio e pano


Convido para exposição da qual participo, feliz grata com muitos envelopes, bastidores, palavras, alinhavos......

Ana Nunes – Cinthia Sfoggia - Daisy Viola – Estelita Branco - Maísa Stolz - Miriam Tolpolar - Rosane Morais

30 de julho às 18:00 a 12 de setembro às 17:00
Galeria Espaço Cultural Duque
Rua Duque de Caxias, 649, 90010-280 Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Convidado por Daisy Viola
A exposição Conversas Visuais propõe uma experiência criativa ao visitante. 'Misturamos' linguagens e artistas em obras do acervo da galeria para conversar com os trabalhos das artistas do grupo Nós do fio e suas convidadas.
Selecionamos obras de artistas que percorrem uma boa parte da história da arte no Brasil no sec.XX, e algumas joias como uma gravura de Salvador Dalí.
Apresentaremos também tapeçarias de artistas como, por exemplo, Vasco Prado, em sintonia com a exposição Poesia em fio e pano que também ocupará a galeria neste período.
Numa das paredes, só gravuras de Tomie Othake, além de um espaço-homenagem aos 100 anos de Iberê Camargo, com obras suas que fazem parte do nosso acervo.
Na nossa grande parede, mulheres, de vários autores e técnicas. Uma homenagem às artistas convidadas para expor também nestes espaços.
Oferecemos aos espectadores a vivência da criação artística a partir de uma possibilidade que a identidade de cada um traz na sua linguagem escolhida, pois quando a linguagem se abre e se transforma em práticas mais abertas, sempre proporcionam novas elaborações dentro do universo criativo, e ampliam o seu poder de comunicação com o outro.

Daisy Viola
Artista plástica
Instrutora de arte no Atelier Livre PMPA
Curadora desta exposição

Poesia de fio e pano

Ana Nunes – Cinthia Sfoggia - Daisy Viola – Estelita Branco - Maísa Stolz - Miriam Tolpolar - Rosane Morais

Vamos 'costurar' os espaços da Galeria Duque com trabalhos de mulheres que desenvolvem o seu fazer artístico usando fios que já foram tecidos, que ainda serão, ou não.
Historias contadas com ou sobre o pano. Personagens reais que fazem parte da nossa iconografia, que a Ana Nunes resgata.
A narrativa biográfica das dores e/ou alegrias, impressas sobre lenços ou guardanapos na técnica centenária de litografia, pela Miriam Tolpolar.
Vestidos – envelopes para o corpo, que trazem desenhos e outras histórias de outros artistas, de outras pessoas que compartilham a superfície oferecida pela Rosane Morais.
A fantasia e o sonho presentes nos personagens imaginários (ou reais?) das esculturas da Maísa Stolz, que nos devolvem a infância e a vontade de sentar e... brincar.
Brincar também poderemos com as minhas mulheres – cascas instaladas em torno da sua penteadeira com espelho, refletindo a imagem de todas nós.
Os bordados autorretratos da Estelita Branco, e sua grande costura, que usa a própria galeria como suporte. Escada costurada.
Quando chegarmos ao pavimento bem de cima, com seu telhado de vidro e seu lustre de cristal, mulheres de cerâmica da Cinthia Sfoggia nos esperam em janelas de vitrais e fios de metais, que as envolvem, seguram e/ou soltam.
Apresentamos assim, uma maneira contemporânea de resgatar fazeres femininos do tecer, tricotar, crochetar, costurar tecido, pele, historias de vida.

Vamos expor trabalhos de mulheres que usam o tecido como suporte ou meio.
Assim teremos tecidos, tramas texturas e linhas.

Daisy Viola
Artista plástica,
Instrutora de arte no Atelier Livre PMPA,
Curadora desta exposição

Guimarães Presidente  Conselho Municipal de Cultura
Em mandato prorrogado
F: 3338.8738 / 9987.5880
Twitter Guimarães:http://twitter.com/notas_guimaraes
https://www.facebook.com/Paulorobertoguimaraes
Blog Conselho POA:http://cmcpoa.blogspot.com

Educação, Esporte e Lazer abrem as plenárias temáticas do OP

Foto: Ivo Gonçalves/PMPA
Prefeito, vice e secretários municipais ouviram as demandas da comunidade Prefeito, vice e secretários municipais ouviram as demandas da comunidade
Foto: Ivo Gonçalves/PMPA
Encontro teve 443 inscritos que participaram das votações
Encontro teve 443 inscritos que participaram das votações
A primeira assembléia do Orçamento Participativo de 2015/2016 já registrou um recorde de público. Um total de 443 inscritos participaram da votação na plenária sobre Educação, Esporte e Lazer, realizada nessa segunda-feira, 27, no Centro de Eventos Casa do Gaúcho. Número 63% maior do que o de 2014. Educação Infantil e reforma e ampliação dos Centros Comunitários foram as prioridades mais votadas. (Fotos)
 
Com mais de R$ 80 milhões em demandas novas, sendo R$ 67 milhões das regionais e R$ 12,5 milhões das temáticas, o prefeito José Fortunati destacou que o Plano de Investimentos e Serviços (PI) deste ano mantém a capacidade de investimentos da Prefeitura de Porto Alegre. "O Brasil inteiro passa por uma forte crise econômica. Mas temos um compromisso com o OP e por isso fizemos um grande esforço para garantir esse volume de recursos. Sem contar as demandas que resgatamos de PIs anteriores. É o nosso compromisso com esse modelo de democracia participativa que completa 26 anos e é uma referência no mundo inteiro", afirmou o prefeito.

Junto com o prefeito, o vice Sebastião Melo e os secretários e gestores municipais, em especial os titulares da pasta da Educação, Cleci Jurach, e do Esporte e Lazer, Edgar Meurer, ouviram as demandas da comunidade. Na Educação, a prioridade mais votada foi Educação Infantil, seguida pelo Ensino Fundamental, depois Educação Especial e em quarto lugar Educação de Jovens e Adultos. Na área de Esporte e Lazer, reforma e ampliação dos Centros Comunitários ficou em primeiro lugar, equipamentos de lazer e recreação em segundo, seguido por investimentos em Esporte e Lazer e depois em equipamentos esportivos. 
 
Nas manifestações dos moradores e lideranças comunitárias, uma preocupação forte com o Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil, que entra em vigor em outubro e cria novas regras para parcerias e repasses de dinheiro da União a ONGs, uma vez que o Município mantém diversas parcerias com entidades deste tipo que oferecem educação infantil e mantém creches nos bairros da cidade. Fortunati tranquilizou informando que o diálogo com essas organizações está sendo aprofundado para que todas estejam preparadas e adequadas à nova legislação. Sobre escolas em obras, como a do Altos da Embratel, o prefeito apresentou os prazos e situação em que se encontram. Também reforçou o posicionamento da Prefeitura de Porto Alegre sobre a preservação de instituições de ensino específicas para crianças especiais que não podem ser atendidas em escolas regulares.
 
Conselheiros - Os participantes elegeram, por aclamação, a chapa única para o Conselho da Temática de Educação, Esporte e Lazer do OP. A primeira titular é Jaqueline Beatriz Antonio, a segunda titular é Izabel Cristina Ataíde de Oliveira. Como primeiro suplente assume Douglas Vitt, e Luciana Maria Fonseca é a segunda suplente. "Estamos aqui para trabalhar pela comunidade. Essa é a nossa função", disse Jaqueline.
 
Fortunati reforçou a importância do OP na construção de políticas públicas e na definição dos investimentos necessários para cada comunidade. "O Orçamento Participativo é forte graças aos porto-alegrenses, que unidos e ativos entenderam a necessidade de participar, de se fazer ouvir, de se mobilizar e de ajudar a cidade que queremos", concluiu. O prefeito propôs uma homenagem ao líder comunitário e conselheiro do OP Salvatore Lettieri, que morreu em junho deste ano. Foi um minuto de aplausos para lembrar da sua contribuição com a história e o fortalecimento do Orçamento Participativo na capital.
 
OP 2015/2016 - Nesta terça-feira, 28, acontece a assembleia temática sobre Circulação, Transporte e Mobilidade Urbana. São seis temáticas e 17 regionais, somando 23 reuniões. 
 
Além das discussões acerca das novas demandas das regiões e temáticas e a garantia sobre a continuidade de execução das demandas antigas, os fóruns de delegados e o governo debateram e apresentaram propostas de alteração do regimento interno. As discussões foram conduzidas pelas duas secretarias municipais responsáveis pelo Orçamento Participativo: Governança Local (SMGL) e Planejamento Estratégico e Orçamento (Smpeo).
 
Maior participação – Em 2014, quando o OP completou 25 anos de implantação, as Assembleias Regionais e Temáticas registraram recorde histórico de participação. As seis reuniões temáticas e as 17 regionais contabilizaram 17.582 credenciamentos. Nas 17 regiões, a prioridade que mais apareceu na primeira colocação foi habitação. Mas a novidade foi em relação à cultura. Nove das 17 regiões pontuaram cultura entre as quatro prioridades.
 
Clique aqui para conferir o calendário de assembleias do OP 2015/2016.
 


/educacao /esportes /lazer /orcamento_participativo
Texto de: Melina Fernandes
Edição de: Jandira Davila Feijó
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

27 de julho de 2015

Pré-venda de ingressos para o Porto Alegre Em Cena

Via Zero Hora:

A principal novidade da 22ª edição do evento são os pacotes promocionais

Por: Nathália Carapeços
27/07/2015 - 03h01min
Começa nesta terça a pré-venda de ingressos para o Porto Alegre Em Cena Wonge Bergmann/Divulgação
 
Da Bélgica vem "Attends, attends, attends... (pour mon pere)", de Jan Fabre, com o solo do bailarino Cédric Charron Foto: Wonge Bergmann / Divulgação



O 22º Porto Alegre Em Cena tenta driblar a crise econômica sem tirar o olho do bolso do consumidor. No momento em que o público reclama dos altos preços de shows, o festival, que será realizado de 3 a 21 de setembro, lança uma novidade: pacotes promocionais para os espetáculos de música no Auditório Araújo Vianna. A pré-venda de ingressos começa nesta terça-feira, 28.
Mesmo com as dificuldades na captação de recursos enfrentada hoje no meio cultural, o Em Cena deve alcançar o orçamento previsto de aproximadamente R$ 3 milhões entre recursos públicos e privados. O valor é maior do que o do ano passado, que ficou em cerca de R$ 2,5 milhões. Para o coordenador-geral, Luciano Alabarse, o aumento se deve principalmente ao prestígio adquirido em mais de duas décadas de evento:
— Não estamos negando a recessão econômica. Ela está ocorrendo. Mas conseguimos manter os grandes patrocinadores e, ainda, conquistar novos. Isso ajudou e não enxugar o festival e manter a sua qualidade.
Confira uma seleção de espetáculos que estarão no 22º Porto Alegre Em Cena
A única redução prevista será na quantidade de espetáculos internacionais, que passaram de 11, em 2014, para sete. Neste ano, os destaques estrangeiros são a multiartista americana Meredith Monk, que virá ao Brasil exclusivamente para a apresentação no Em Cena, e Attends, Attends, Attends... (Pour Mon Père), do belga Jan Fabre, reconhecido por seus trabalhos na dramaturgia e nas artes visuais.
— Não queríamos nos afundar em um cenário em que dólar e euro podiam disparar. Foi uma consequência da instabilidade — afirma Alabarse.
Com isso, as produções nacionais foram beneficiadas. Os espetáculos brasileiros ganharam ainda mais espaço, principalmente os que combinam qualidade e nomes conhecidos do público. Atores como Renata Sorrah, Débora Falabella, Denise Fraga, Caco Ciocler, Carmo Dalla Vecchia e Leona Cavalli passarão pelos palcos gaúchos.
— Houve a preocupação em trazer grandes artistas porque as pessoas gostam de sair de casa para admirá-los. Isso torna o evento mais charmoso e envolve a cidade. Não é um acaso termos tantos nomes conhecidos do grande público — explica o diretor.
Grupo Cuidado que Mancha celebra 20 anos com "Como Diria Mamãe", peça para adultos
Confira atrações de teatro infantil
Festival de Inverno Experimenta Teatro apresenta cinco espetáculos em Porto Alegre
Outros segmentos do festival, como as atividades de formação e os ciclos de cinema, seguem na programação. Nesta edição, o ator Mauro Soares será tema da publicação Gaúchos em Cena, escrita pelo jornalista de Zero Hora Roger Lerina. Já a homenageada será a atriz Adriane Mottola, com mais de 30 anos de carreira dedicados às artes cênicas.
Programe-se
A pré-venda de pacotes e bilhetes do 22º Porto Alegre Em Cena se inicia nesta terça-feira, 28. Mas atenção: apenas para as atrações listadas abaixo. Os ingressos para os demais shows e espetáculos começam a ser vendidos em 23 de agosto.
Pacotes promocionais a R$ 90
Pacote 1: shows de Zélia Duncan (16/9); Zé Miguel Wisnik, Arthur Nestrovski, Sérgio Reze e Lívia Nestrovski (7/9); e Baby do Brasil (14/9).
Pacote 2: shows de Ná Ozzetti e José Miguel Wisnik (8/9); Tulipa Ruiz (9/9) e Adriana Calcanhotto e Cid Campos (12/9).
Ingressos a R$ 80
Para cada um dos seguintes espetáculos: Meredith Monk & Vocal Ensemble: The Soul's Messenger (3 e 4/9), Frida y Diego (5 e 6/9), Galileu Galilei (10, 11 e 12/9), Marx In Soho (11 e 12/9), Contrações (14, 15 e 16/9) e Krum (18, 19 e 20/9).
Pontos de venda
Loja My Ticket Padre Chagas (Padre Chagas, 327, de segunda a sexta, das 9h às 18h, e sábado, das 10h às 15h), call center 4003-1212 (de segunda a sexta, das 9h às 22h, e domingos e feriados, das 12h às 18h) e www.ingressorapido.com.br. Há cobrança de taxa em todos os pontos, exceto na loja My Ticket, até o dia 22 de agosto. A partir de 23 de agosto, a venda também será realizada na Usina do Gasômetro (João Goulart, 551).
Descontos de 50%*
Até dois ingressos por CPF: Clube do Assinante, clientes do Cartão Petrobras e trabalhadores da Petrobras. Um ingresso por CPF: estudantes, professores, classe artística, pessoas com mais de 60 anos, clientes Panvel, comerciários do Sesc, funcionários da prefeitura de Porto Alegre, da Braskem e das lojas Pompeia.
* Não se aplica aos pacotes promocionais.
Leia mais sobre espetáculos

Exposição PEQUENO BRONZE da AEERGS no IEAVi da CCMQ

 
A Secretaria de Estado da Cultura e o Instituto Estadual de Artes Visuais -  IEAVi convidam a todos para a abertura da exposição coletiva PEQUENO BRONZE da Associação dos Escultores do RS - AEERGS, a realizar-se no dia 30 de julho de 2015, as 19:30 na Galeria Augusto Meyer, do IEAVi, na Casa de Cultura Mário Quintana.

 

artistas:

Arminda Lopes I Ana Aita I Britto Velho I Angela Pettini I Débora Irion I Caé Braga I Eduardo Rick Martins I Helenara Fão I João Otto Klepzig I Jvelloso I Kira Luá I Lucas Strey I Marcelo Mello I Marcos Strey I Maria Tomaselli I Marília Fayh I Rita Gil I Paulo Amaral I Neca Lahm I Marli Araújo I Sônia Seibel I Sobral I Soraya Girotto I Vasco Prado I Vaandrade I Vinicius Vieira I Xico Stockinger I Xaplin I Zé dos Passarinhos 


Confirme presença no facebook: https://www.facebook.com/events/1462386910751277/




"A palavra bronze vem do persa biring (cobre), com origem que se refere às ligas metálicas que tem como base o cobre e o estanho. Em bronze foram feitas as primeiras ferramentas metálicas inventadas pela humanidade, sendo posteriormente também usado para a produção de centenas de objetos utilitários e de obras de arte. Trata-se de um material que, quando polido, chega a uma tonalidade amarelo-ouro característica, somado a um "saber envelhecer" que o transforma em um verde escuro inconfundível ao longo dos anos sob a ação do tempo. Sua popularidade e permanência no campo das artes visuais atravessa gerações, e isso se deve à sua grande resistência mecânica e à baixíssima corrosão atmosférica. O encanto dos escultores com o bronze é milenar, com motivação provavelmente oriunda da celeridade da própria fundição e o seu retorno visual imediato, e também pelas muitas possibilidades de composição e acabamento que o material permite, mediante desbaste, polimento e aplicação de pátinas que propiciam diversas aparências ao objeto final. A exposição PEQUENO BRONZE é realizada anualmente nesse contexto, e tem por objetivo visibilizar a produção contemporânea de artistas que desenvolvem obras fundidas em bronze no Rio Grande do Sul. Para a edição 2015, a AEERGS reuniu 29 obras de escultores com atuação destacada no cenário gaúcho que realizaram trabalhos em bronze, buscando assim demonstrar a diversidade dessa produção, bem como estimular as novas gerações a desenvolverem um novo olhar sobre a fundição e suas possibilidades."  


Vinicius Vieira - Presidente da Associação dos Escultores do RS - AEERGS

 


::

SERVIÇO:

Abertura da exposição coletiva PEQUENO BRONZE da AEERGS 
Data: 30 de julho de 2015
Hora: 19:30 às 22h
Local: Casa de Cultura Mario Quintana – 3° andar (Galeria Augusto Meyer)
Visitação: 31 de julho a 06 de setembro de 2015
Horário de Visitação: Segundas, das 14h às 21h, terça a sexta, das 09h às 21h e sábados e domingos das 12h às 19h.
Entrada franca e aberta ao público

Apoio: Cerveja Coruja

::

Instituto Estadual de Artes Visuais | Galeria Augusto Meyer - 3° andar

Casa de Cultura Mario Quintana, Rua dos Andradas, 736, Porto Alegre

+55 51 32169913 - www.cultura.rs.gov.br | ieavi@sedac.rs.gov.br